20 anos de Arena da Baixada

Compartilhe

Mesmo com pouco tempo de vida, estádio já foi palco de grandes títulos, pioneirismo e modernidade

Nesta segunda-feira (24), a Arena da Baixada completa 20 anos de idade. Inaugurado em 1999, o estádio já foi considerado o mais moderno de toda a América Latina, recebeu partidas da Copa do Mundo FIFA 2014 e foi pioneiro no marketing esportivo no país.

 

Em 1914, o presidente do Internacional (clube que fundaria o Furacão), Joaquim Américo Guimarães construiu o estádio e o batizou de Arena do Água Verde. O Athletico, fundado em 1924, herdou o patrimônio e em 1934 decidiu mudar o nome do estádio em homenagem ao cartola.

 

Foto: Reprodução

 

A grande reforma, de fato, só começou em 1997. Com custo total de 30 milhões de dólares, a rebatizada Arena da Baixada foi inaugurada em 24 de junho de 1999. A partida de inauguração foi contra o Cerro Porteño, do Paraguai, e terminou com a vitória atleticana por 2×1, com o primeiro gol anotado pelo ídolo Lucas. O estádio, porém, não estava completo. A reta da Brasílio Itiberê foi atrasada em razão de uma briga judicial com uma escola que ocupava parte do terreno e só foi concluída em 2009. Mesmo assim, a Arena recebeu o título de mais moderno de toda a América Latina, sendo deposto apenas em 2007.

 

Foto: Reprodução/Arquivo Tribuna do Paraná

 

Em 2005, o clube foi pioneiro no marketing esportivo ao vender os naming rights de seu estádio à empresa japonesa Kyocera. A prática é muito comum na Europa e na América do Norte, mas a Kyocera Arena foi a primeira em terras brasileiras. A parceria durou até 2008.

 

Outro ponto alto foi a Copa do Mundo FIFA 2014. Curitiba foi escolhida uma das doze cidades sedes para a Copa do Mundo e a Arena da Baixada recebeu a honra de ser o estádio que representaria a cidade. Após receber nova reforma, necessária para se atingir os padrões FIFA, adquiriu capacidade para comportar 42.370 torcedores e recebeu 4 partidas do mundial, todas da fase de grupos.

 

Foto: Reprodução

 

Mas o santuário atleticano não vive apenas de futebol. Considerada uma arena multiuso, o estádio já recebeu shows e eventos grandiosos. Entre os destaques estão o show do cantor inglês Rod Stewart, no dia 17 de setembro de 2015 (35 mil pessoas), e o UFC 198, no dia 15 de maio de 2016 (45 mil pessoas).

 

O recorde de público da antiga Arena da Baixada foi de 31.700 torcedores, na primeira partida da final do Campeonato Brasileiro de 2001, no dia 16 de dezembro, em vitória atleticana por 4×2 em cima do São Caetano. A vitória deu a tranquilidade necessária para encaminhar o título rubro negro. Já na sua nova fase , o recorde foi estabelecido no dia 12 de dezembro de 2018, no jogo da final da Copa Sul-Americana, contra o Junior Barranquila, da Colômbia, com 40.263 torcedores. O confronto terminou empatado em 1×1 e o título foi decidido nos pênaltis, com vitória e título para o Furacão.

Veja também