Athletico ainda está longe de acordo com TV Globo para 2019

Compartilhe

Furacão pode ter apenas 12 partidas transmitidas no Brasileirão

Ainda sem acerto a dois meses e meio do início do Brasileirão, o Athletico ainda luta por condições melhores no contrato com a TV Globo. Em entrevista para a ESPN, o presidente do Conselho Deliberativo, Mário Celso Petraglia, admitiu que o acerto está distante acontecer para esta temporada. “Queremos que nossa torcida entenda e faça o sacrifício de nos ajudar e ficar sem ver os jogos”, afirma. “É um sacrifício que estamos fazendo em prol de uma posição mais igualitária”. Dos 38 jogos, o Athletico teria apenas 12 transmitidos – contra Palmeiras, Santos, Internacional, Fortaleza, Bahia e Ceará, que são as equipes que também assinaram com a Turner, concorrente da emissora carioca na TV fechada.

 

Segundo Petraglia, Flamengo e Corinthians tem propostas 20 vezes maiores do que outros clubes participantes no mesmo campeonato. “É complicado (ficar fora da TV aberta e PPV), mas o que faremos? Mais complicado é você vender os teus direitos a preços vis e, dentro da mesma competição, você ter outros clubes que faturam R$ 120 milhões por ano, enquanto a proposta para nós é de R$ 6 milhões”, disse. O valor mencionado por Petraglia é a “garantia mínima” que a Globo oferece aos clubes. Segundo os balanços fiscais do Athletico divulgados em 2018, o clube recebeu R$ 55 milhões de aporte da TV aberta.

 

Para negociar com a Globo, o clube contratou uma empresa de consultoria em comunicação e mídia. Com os estudos dessa empresa, o clube está chegando ao que entende ser um valor justo por seus direitos de exibição. Caso não feche com a emissora, o Athletico também não deverá participar do fantasy game Cartola FC. O Palmeiras é o outro time do Brasileirão que ainda não fechou com a TV aberta e com o PPV. O acordo não afeta outras competições como Paranaense, Libertadores, Recopa e Copa do Brasil.

 

Veja também