Athletico bate Fluminense com dois gols de Madson

Compartilhe

Lateral-direito balançou a rede duas vezes no Maracanã e Furacão não perde como visitante há cinco partidas no Brasileirão

O Furacão venceu e convenceu mais uma vez, no Brasileirão! No Maracanã, a equipe de Tiago Nunes bateu o Fluminense de virada por 2 a 1, com dois gols do lateral-direito Madson. Com o resultado a equipe está há cinco partidas sem perder fora de casa no campeonato, tem a sexta melhor campanha como visitante e segue embalada após a conquista do título da Copa do Brasil.

 

Para a partida, Tiago Nunes ganhou as voltas do goleiro Santos e do meia Bruno Guimarães que estavam nas Seleções principal e olímpica, além do zagueiro Pedro Henrique que se recuperou de lesão e atuou no lugar do suspenso Thiago Heleno. O técnico também manteve Thonny Anderson entre os titulares no lugar de Marco Ruben, que iniciou o jogo no banco.

 

Logo aos 3 minutos, o Athletico foi surpreendido. Em cobrança de escanteio, Madson afastou mal e a bola sobrou no pé de Frazan que balançou a rede rubro-negra. Aos 9 minutos, o Athletico chegou com perigo, Léo Cittadini não conseguiu finalizar e, na sobra, Wellington chutou para fora. Aos 12 minutos, o Furacão sentiu o gosto de empatar por alguns minutos. Thonny Anderson levantou e achou Rony na área. Ele soltou a bomba e empatou a partida, mas o gol foi anulado. O VAR marcou impedimento de Márcio Azevedo no início da jogada. 

 

Aos 24 minutos foi a vez do time da casa ter um gol anulado pelo árbitro de vídeo. João Pedro completou rebote de Santos, mas o impedimento do atacante foi marcado. Após o lance, Tiago Nunes pediu para a equipe girar mais a bola e ser mais intensa na marcação. Aos 35 minutos, o Athletico desperdiçou um lance incrível. No erro da saída de bola do Fluminense, Thonny Anderson achou Léo Cittadini livre. O meia demorou demais pra finalizar e tentou tocar pra Marcelo Cirino, que também não concluiu pro gol.

 

O rubro-negro ainda teve uma boa chance aos 43 minutos com Marcelo, mas o atacante preferiu chutar do que tocar. Mas foi Madson quem empatou a partida aos 47 minutos. O lateral-direito recebeu excelente lançamento de Wellington nas costas da zaga, entrou na área e bateu na diagonal.

 

Na volta do intervalo, a conversa com o elenco fez efeito e o Furacão voltou mais atento pro campo, tentando trocar passes com mais velocidade. Quem teve a primeira chance da segunda etapa foi Ganso. Dentro da pequena área, o meia desviou, mas Santos defendeu no reflexo. Aos 22 minutos, Tiago Nunes realizou sua primeira substituição. Após dois meses lesionado, Bruno Nazário substituiu Léo Cittadini. E aos 25 minutos veio a virada. Em cobrança de escanteio, Madson subiu e balançou a rede pela segunda vez para virar o placar. Foi o quarto gol do lateral no Brasileirão.

 

A segunda alteração veio com Pedrinho no lugar de Marcelo. Aos 34 minutos, Muriel salvou chute de Thonny Anderson. No final da partida, Lucho González também entrou em campo no lugar de Rony. Fim de jogo e com a vitória, o Athletico chega a 38 pontos no campeonato e fica na nona posição. O Furacão não perde como visitante há cinco partidas.

 

 

Veja também