ATHLÉTICO CLASSIFICADO PARA PRÓXIMA FASE DA COPA DO BRASIL COM GOL DE MARCO RUBEN

Compartilhe

Furacão conquista vaga para as quartas de final com gol aos 43 minutos do segundo tempo, após superar retranca do Fortaleza

 

O duelo entre Athlético e Fortaleza, nesta quarta (5), pode ser resumido num confronto de ataque contra defesa. O Furacão dominou o jogo e pressionou a defesa adversária, mas a retranca armada por Rogério Ceni cedeu somente no final, quando Marco Ruben fez o único gol da partida e decretou a vitória rubro-negra por 1×0.

 

Depois de um empate sem gols na primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil, a vaga para próxima fase da competição nacional foi decidida na Arena da Baixada, com público aproximado de 15 mil pessoas.

 

Os torcedores que acompanharam a partida assistiram um Fortaleza que não queria jogo, ofereceu perigo poucas vezes e fez muitas faltas, o que rendeu a expulsão do lateral esquerdo Carlinhos no segundo tempo.

 

O Furacão superou um jogo difícil, com poucos espaços e dificuldade na criação encontrou o gol em cruzamento de Madson, pela lateral direita. Marco Ruben mergulhou de cabeça para fazer um belo gol e definir a vitória atleticana.

 

O próximo adversário do Athlético será definido em sorteio realizado pela CBF, na próxima segunda-feira, os possíveis adversários são: Bahia, Cruzeiro, Flamengo, Internacional, Palmeiras e Grêmio (Santos x Atlético-MG (06/06), agregado 0x0). No sábado (9), o Furacão joga na Arena Palmeiras, às 16h30, contra o alviverde paulista.

 

 

 

 

O JOGO

 

 

 

O Athletico dominou o jogo do começo ao fim, ameaçado poucas vezes, o Fortaleza apareceu melhor em alguns contra ataques. O Furacão acertou a trave no final do primeiro tempo com bom chute do zagueiro, Léo Pereira.

 

Destaque para o defensor que momentos antes havia executado boa roubada de bola que originou belíssimo contra ataque rubro-negro, mas foi desperdiçado em cruzamento muito forte para Rony.

 

O Fortaleza ofereceu pouco e ainda dificultou o jogo em demora na reposição de bola, nas cobranças de tiro de meta do goleiro Felipe Alves, que foi advertido com cartão amarelo no segundo tempo.

 

O professor Tiago Nunes fez as seguintes alterações: Marcio Azevedo deu lugar à Braian Romero, Lucho González, com cartão amarelo, substituído por Bruno Nazário e o volante Wellington saiu para a entrada do atacante Marcelo Cirino.

Veja também