Athletico é inferior na Arena Grêmio e perde por 2×0, na Copa do Brasil

Compartilhe

Depois de péssimo jogo, Furacão fica em situação complicada e precisa de três gols para chegar à final

O Athletico deixou Porto Alegre com desvantagem na semifinal da Copa do Brasil. O Grêmio venceu em casa, por 2×0, com gols de André e Jean Pyerre. Na Arena Grêmio, aproximadamente 43 mil torcedores assistiram o tricolor dominar a primeira partida do mata-mata, da Copa do Brasil. O Furacão tem a difícil tarefa de vencer por três gols de diferença no jogo de volta, na Arena da Baixada, para conquistar a vaga na final.

 

O primeiro tempo começou no ritmo que o Grêmio ditou para o jogo. Logo aos cinco minutos, o goleiro Santos fez boa defesa em chute de fora da área de Bruno Cortez. Na sequência o tricolor chegou com Everton Cebolinha e Alisson. Nos primeiros quinze minutos o time atleticano não criou muito e sofreu para articular jogadas. Aos 24 minutos, André abriu o placar com gol de cabeça. Everton fez boa jogada pela esquerda e levantou a bola quase na pequena área atleticana.

 

Os melhores lances do Athletico  foram com Rony, chute cruzado pra fora, e com Marcelo Cirino, chutou na trave aos 41 minutos, depois de tabelar com Marco Ruben.

 

Alguns jogadores foram advertidos com cartão Amarelo: Kannemann por  reclamação; Éverton, que não joga o próximo jogo na Arena, por falta em Rony; Rony, o Árbitro alegou rodizio de faltas do time atleticano para a punição; Léo Pereira que também não joga o próximo jogo, por falta em André.

 

No segundo tempo o time do Grêmio continuou pressionando e chegando com perigo desde o começo. O Athletico, apesar da pose de bola equilibrada, pouco fez no setor ofensivo. Tentou alguns chutes de longa distância, mas a maioria sem direção, não oferecendo perigo.

 

Everton sofreu falta aos 26 minutos. Jean Pierre cobrou e fez o segundo gol do grêmio. Boa cobrança de falta, aproveitando a desorganização da barreira. Alisson ainda fez boa jogada na sequencia, mas finalizou para fora.  Depois o rubro-negro apagou totalmente, de maneira que o placar ficou barato, visto que  Tardelli também desperdiçou uma chance de aumentar a vantagem aos 43 minutos, em chute cara a cara com o goleiro Santos.

 

Tiago Nunes fez as seguintes substituições: Nikão no lugar de Marco Ruben aos 20 minutos; Bruno Nazário no lugar de Lucho González aos 30 minutos; Vitinho substituiu Marcelo Cirino aos 44 minutos.

 

 

A decisão será dia 4 de setembro na Arena da Baixada, o Grêmio pode perder por um gol de diferença e ainda sair classificado. Não há critério de gol fora, em caso de vitória do Furacão por dois gols, pênaltis.

Veja também