Athletico não marca e Flamengo quebra tabu em Curitiba

Compartilhe

Furacão vacila na zaga, toma gols e para nas defesas de Diego Alves

Foi a quarta vez que Athletico e Flamengo se encontraram nessa temporada. Dessa vez, pela 25º rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo aconteceu na tarde deste domingo (13) às 16h (de Brasília), na Arena da Baixada em Curitiba. Com gols de Bruno Henrique, o Flamengo venceu por 2×0, feito que não acontecia em Curitiba há 45 anos. Com esse resultado o Athletico cai para a décima colocação com 35 pontos. Já o Flamengo, com 58, é o líder absoluto da competição.

 

O próximo desafio do Furacão é pela 26º rodada do Brasileirão, e novamente contra uma equipe carioca, desta vez, contra o Fluminense no Maracanã na quinta-feira (17) às 21h (horário de Brasília). Já o Flamengo, visita o Fortaleza na Arena Castelão na quarta-feira (16), às 20h (de Brasília).

 

As equipes entraram em campo com desfalques importantes. Ambas com jogadores no DM (Departamento Médico) e representantes nas seleções principal e sub-23. Mas isso, não atrapalhou a essência do espetáculo na tarde quente em Curitiba, os termômetros marcavam 31 graus.

 

Primeiro Tempo

O Athletico chegou a ter no primeiro tempo 68% da posse de bola. Mas quem teve as primeiras iniciativas foi o Flamengo, que aproveitou a ineficiência de Léo nas saídas de bola e logo aos 8 minutos do primeiro tempo os cariocas já haviam arrematados duas vezes ao gol do Athletico com Vitinho e na saida ruim de bola de Léo que sobrou para Willian Arão.

 

A primeira boa chance do Furacão veio somente aos 16′ com uma boa jogada de Thony Anderson que obrigou ao Diego Alves efetuar uma firme defesa. Aos 17′, no duelo de Léo Pereira com Lucas Silva, onde na primeira impressão aparentava uma falta em cima do atacante flamenguista, o árbitro Braulio da Silva anotou o pênalti. O lance teve a intervenção do VAR.

 

Após 3m42s de análise a arbitragem entendeu um pisão de Lucas Silva em Léo Pereira, a penalidade não foi efetivada. A grande chance do Athletico aconteceu aos 34 minutos. Márcio Azevedo cobrou escanteio no lado esquerdo do ataque, e Thiago Heleno subiu mais que todos na zaga e de cabeça procurou o canto direito de Diego Alves, o arqueiro flamenguista fez uma defesa sensacional.

 

Aos 44′, Wellington e Léo pressionados pelo ataque flamenguista se atrapalham na troca de passes deixando a bola limpa para Bruno Henrique dentro da pequena área. Sem exitar, Bruno Henrique estufa as redes de Léo e abre o marcador para o Flamengo.

 

Segundo Tempo

Logo no primeiro minuto, o Athletico pressionou a saída de bola e Thonny Anderson roubou a bola de Willian Arão, ficou cara a cara com Diego Alves obrigando o arqueiro a fazer uma linda defesa. Dois minutos depois, aos 4” Rony pela esquerda do ataque fez boa jogada, e deixou Thonny livre para o chute, a bola passa tirando tinta da trave de Diego Alves.

 

A segunda grande chance do Athletico, só veio aos 13”. Após muita pressão o Furacão ganhou um escanteio, a depois da cobrança, Léo Pereira recebeu sem marcação, mas isolou, a bola passou longe. As melhores chances do Athletico no segundo tempo foram construídas pelo lado esquerdo do ataque com Rony. A entrada de Adriano na lateral aumentou as chances de gol do Athletico mas até os 27 minutos da segunda etapa nada deu certo no ataque do atleticano.

 

A resposta do Flamengo veio somente aos 28 minutos. A jogada foi muito bem trabalhada com Willian Arão, e Everton Ribeiro, o canhoto conseguiu se livrar da marcação mas arrematou longe do gol. Novamente, agora aos 32, Arão foi melhor na roubada de bola e encontrou Bruno Henrique, o atacante não aproveitou.

 

Marco Ruben, que por problemas pessoais, ficou uma semana afastado da equipe por problemas pessoais entrou aos 15 minutos do segundo tempo, mas teve o primeiro contato com a bola apenas aos 35 após uma cabeçada no cruzamento de Thonny Anderson, a bola passou por cima de Diego Alves que só acompanhou.

 

No apagar das luzes, aos 45” Bruno Henrique recebe passe de Renê pela esquerda e faz um gol de calcanhar, sem chances de defesa para Léo. Em uma apresentação bem diferente das últimas cinco no Brasileirão e fase final da Copa do Brasil, o Athletico não se encontrou em campo, criou pouco e não conseguiu segurar o líder do campeonato.

 

Ficha Técnica

Brasileirão 2019 – 25º rodada

Athletico-PR x Flamengo

Local: Arena da Baixada, em Curitiba

Data: 13/10/2019

Horário: 16h00

Público total: 25.473

Athletico: Léo; Madson, Thiago Heleno, Léo Pereira e Márcio Azevedo (Adriano); Welington, Lucho Gonzáles (Marco Rúben) e Léo Cittadin; Thony Anderson, Marcelo Cirino (Everton Felipe) e Rony. Técnico Tiago Nunes

Flamengo: Diego Alves; Rafinha (João Lucas), Rhodolfo (Thuler), Pablo e Renê; Willian Arão e Gerson, Lucas Silva (Pires da Mota), Everton Ribeiro e Vitinho; Bruno Henrique. Técnico: Jorge Jesus

Cartões Amarelos: Everton Ribeiro, Renê, Jorge Jesus, Thuler, Bruno Henrique e Vitinho (FLA), Léo Cittadini e Thiago Heleno (CAP)

Arbitragem: Bráulio da Silva Machado auxiliado por Helton Nunes e Éder Alexandre, todos e Santa Catarina.

Árbitro de Video: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP).

Veja também