Athletico não trabalha com diminuição de mensalidades durante pandemia

Compartilhe

Presidente Petraglia pediu compreensão e apoio de todos os sócios durante a crise

Para quem esperava um desconto ou um “mimo” para os sócios no mês de maio, durante a pandemia do COVID-19, a resposta deve ser negativa. O presidente do Athletico, Mário Celso Petraglia, indicou nesta terça (21) que o Clube não deverá mudar a cobrança, mesmo com as competições paralisadas. A declaração foi dada em primeira mão ao jornalista Juliano Lorenz, do Portal Trétis.

 

“Estamos todos no mesmo barco, infelizmente o vírus chinês nos pegou a todos! Se o Furacão não for apoiado, ajudado neste momento vai quebrar! Teremos longos anos pela frente para nos recuperar! No mesmo nível só com ajuda de todos! Sinto muito o CAP precisa de todos nessa hora de crise absoluta!! Obrigado!”

 

Atualmente o Athletico trabalha com dois planos de mensalidade, custando R$ 90 e R$ 150 por mês, respectivamente, além de descontos progressivos em Planos Família. Nas redes sociais, torcedores propuseram situações para não onerar ainda mais o caixa do Clube, mas que também possam dar vantagens aos atuais sócios, como descontos na loja oficial ou na nova camisa, ainda sem data para ser lançada.

 

 

Em enquete realizada no Twitter, cerca de 1.500 pessoas responderam sobre a permanência ou cancelamento do sócio, nas atuais condições. 26% afirmam que irão cancelar caso a cobrança seja mantida normalmente. 17% pensam em cancelar, 25% irão aguardar mais alguns meses para ver a situação e 32% permanecerão sócios, independente do tempo que dure a paralisação dos jogos.

 

Oficialmente o Clube ainda não se posicionou sobre o assunto. 

Veja também