Athletico perde chances e é derrotado pelo Atlético Mineiro

Compartilhe

Poupando atletas, Furacão não consegue arrancar pontos fora de casa no Brasileirão

Em noite pouco inspirada do Furacão em Belo Horizonte, o rubro-negro foi derrotado pelo Atlético Mineiro pelo placar de 2 a 0. Poupando jogadores para a decisão da Copa do Brasil, António Oliveira viu um Athletico sem criação dentro de campo e desperdiçando as poucas chances claras de gol que teve na partida. Com o resultado, o Athletico fica com 23 pontos, na 6° posição da tabela do Brasileiro.

PRIMEIRO TEMPO

António Oliveira decidiu poupar Marcinho, Christian, Nikão (que sequer viajou para o jogo) e David Terans, além de Vitinho, suspenso pelo terceiro amarelo. A equipe iniciou com Bento, Khellven, Pedro Henrique,, Thiago Heleno e Nicolas; Richard, Léo Cittadini, Fernando Canesin e Jadson; Carlos Eduardo e Renato Kayzer. Pelo lado do Galo, Hulk foi desfalque de última hora com conjuntivite.

Em um jogo estudado pelas equipes, Athletico e Atlético Mineiro pouco criaram na primeira etapa. O Furacão teve apenas uma chance, em chute de fora da área de Richard, que passou longe do gol. Bento também não foi acionado no primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO

Com Christian no lugar de Fernando Canesin, o Furacão voltou com outra postura e teve as principais chances do jogo logo no começo do segundo tempo. Com 1 minuto, Cittadini chegou na área e chutou travado. Aos 6, o meia recebeu na área e ao invés de chutar, preferiu tocar pra Jadson. O meia pegou mal na bola e perdeu uma grande oportunidade. Ao estilo “quem não faz toma”, aos 13 minutos o Furacão sofreu o gol. Nacho Fernandez fez jogada e foi derrubado por Richard na área. Bráulio da Silva Machado marcou pênalti e sequer foi ao VAR para conferir o lance.

Eduardo Vargas foi para a cobrança e marcou o gol. Precisando do resultado, António Oliveira colocou em campo David Terans e Marcinho. O Athletico teve mais movimentação no meio, mas não teve tempo suficiente de criar algo antes de novo revés. Aos 23′, Vargas puxou pela direita e tocou pro meio. Neto chutou e a bola desviou em Pedro Henrique, matando completamente o goleiro Bento.

Jaderson e Erick ainda entraram em campo nos lugares de Carlos Eduardo e Richard, mas o Athletico pouco produziu pra fazer um gol na partida. O Furacão volta a campo na quarta, às 19h15, nas oitavas de final da Copa do Brasil contra o Atlético Goianiense. O rubro-negro pode até empatar a partida para passar de fase.

Veja também