Athletico pode faturar US$1.500.000 até o final da fase de grupos da Libertadores

Compartilhe

Caso campeão com novos valores de premiação, Athletico somaria quase o dobro do que somou com campeonatos em 2021, quando venceu a Sulamericana

Se vencer nesta terça-feira (18), contra o Atlético-MG pela segunda rodada da Libertadores 2023, o Athletico garante a bagatela de US$300 mil (R$1.480.440) aos seus cofres. Na manhã desta segunda-feira (17) a Conmebol anunciou aumento de premiação para jogos vencidos na fase de Grupos da Libertadores e montante total para o campeão chegará em 29 milhões e 550 mil dólares (R$145.823.340).

Quantia é quase duas vezes maior ao valor total recebido em premiações no último balanço fiscal divulgado pelo clube, referente ao ano de 2021 – que viu final de Copa do Brasil e o troféu da Copa Sulamericana. Na época, valor recebido foi de R$75 milhões e premiação da segunda principal competição Conmebol, que também teve aumento recente, não batia os US$8 milhões.

Premiação ao mérito desportivo nas fases de grupos de Libertadores e Sulamericana. Arte: Divulgação/Conmebol

A receita distribuída só na fase de grupos da Libertadores aumentou em 30% quando comparada a 2022 em valor que chega nos 124 milhões de dólares. Se vencer todas as suas cinco partidas restantes nessa fase inicial, Furacão somaria 1 milhão e 500 mil dólares – 7 milhões e 400 mil reais – em ação que é classificada pela entidade máxima do futebol sul-americano como parte de seu programa de Reinvestimento no Futebol.

O Athletico entra em campo às 21h, contra o Atlético-MG, em partida que vale não só os 300 mil dólares, mas resultado importantíssimo na competição. Segundo colocado no grupo com apenas um ponto depois de 0 a 0 na primeira rodada contra o Alianza Lima-PER, Furacão quer garantir três pontos dentro de casa para se manter na cola do Libertad-PAR – que venceu o Galo na primeira rodada, no Mineirão.

Veja também