Athletico sai atrás contra o Operário, vira o jogo e se isola na liderança

Compartilhe

Erick, Pablo e Tomás Cuello foram os autores dos gols que decretaram a vitória para o Furacão

Na noite deste sábado (11), o Athletico recebeu o vice-líder Operário em partida válida pela 9ª rodada do Campeonato Paranaense. O confronto direto terminou 3 a 1 para o Athletico, que agora é o líder isolado com 25 pontos.

PRIMEIRO TEMPO

A primeira etapa da partida iniciou com um apagão por parte do Athletico que sofreu mais um gol pelo lado esquerdo da sua defesa. Aos 2 minutos, Pedrinho falhou ao tentar conduzir para quebrar a primeira linha de pressão do Fantasma. O lateral-esquerdo foi desarmado por Yago Rocha, que encontrou Rafhael Lucas livre na área para inaugurar o placar na Arena da Baixada. Após o gol sofrido, Pedrinho recebeu muitas vaias por parte da torcida.

O Athletico teve muitas dificuldades de criar chances e o Fantasma era quem tinha as chances mais perigosas da partida. Aos 12 minutos, mais uma descida dos visitantes. Felipe recebeu sozinho na área e Léo Linck evitou o que seria o segundo gol do Operário. Em 15 minutos de jogo, o Athletico ainda não havia finalizado no gol – retrato do domínio visitante. Aos 17, Léo Linck foi obrigado a trabalhar novamente em contra ataque fulminante do Fantasma.

O Athletico chegou ao empate aos 20 minutos com Erick. O volante recuperou a bola no meio campo e abriu a jogada com Pablo, pelo lado direito. Khellven, apoiando muito bem, recebeu e fez o cruzamento na área para Erick marcar um lindo gol de cabeça. Foi o 21º gol do Furacão no Paranaense e o primeiro de Erick na temporada. Na melhor chance para virar o placar, aos 39, o goleiro Rafael Santos defendeu a finalização a queima roupa de Canobbio.

SEGUNDO TEMPO

As equipes voltaram para o segundo tempo sem alterações. O jogo parecia morno, até Jonathan atingir Canobbio fora do lance. O zagueiro foi expulso aos 13 minutos e o Athletico passou a tomar conta da partida. E não demorou para a superioridade dar resultado. Aos 18, Pablo recebeu um belo passe de Terans e colocou o Furacão a frente no placar pela primeira vez no jogo – Athletico 2 a 1. O centroavante chegou ao seu sétimo gol na competição, isolando-se na artilharia.

Após o gol da virada, o Athletico diminuiu o ritmo e passou a administrar o resultado. Paulo Turra, então, promoveu algumas alterações para qualificar o meio campo rubro-negro: Fernandinho e Vitor Bueno entraram nos lugares de Christian e Léo Cittadini, respectivamente. Além destas substituições, também entraram Cuello e Hugo Moura.

Já na reta final da partida, o Athletico criou algumas chances para ampliar o placar. Aos 44, Pablo recebeu cruzamento de Pedrinho e finalizou de voleio para a defesa do goleiro Rafael Santos. Um minuto depois, Tomás Cuello foi acionado em velocidade pelo lado esquerdo e cruzou para Canobbio marcar o terceiro gol e sacramentar a vitória, mas o uruguaio mandou por cima do gol. Parecia que o jogo terminaria 2 a 1, até que Cuello, já nos acréscimos, finalizou com desvio e a bola morreu no fundo das redes: Athletico 3 a 1.

E AGORA?

Com o resultado, o Athletico chegou aos 25 pontos e se isolou na liderança do Paranaense. Seu próximo compromisso é na próxima quinta-feira (16), quando recebe o Cascavel na Arena da Baixada. A bola rola às 19h15 para a décima rodada da competição.

Veja também