Athletico se despede do Brasileirão 2020 com vitória sobre o Sport

Compartilhe

Triunfo garantiu a nona colocação no torneio e a entrada na terceira fase da próxima Copa do Brasil

O Athletico derrotou o Sport por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, na Arena da Baixada, pela última rodada do Brasileirão 2020. Com os três pontos, o rubro-negro termina a competição na nona colocação, conquistando vaga na próxima edição da Copa Sul-Americana e entrando na terceira fase da Copa do Brasil.

Nikão e Léo Cittadini foram os autores dos gols. Apesar de já entrar em campo sem chances de classificação para a Libertadores, a vitória foi importante para o Furacão ingressar na Copa do Brasil, campeonato que é o atual detentor do título, na terceira etapa. Caso, ficasse em décimo ou mais para trás, perderia a vantagem.

Assim, o Athletico Paranaense finaliza oficialmente a temporada 2020, prolongada pela pandemia do novo coronavírus, com 53 pontos no Campeonato Brasileiro. Em 2021, o CAP será o único representante do estado do Paraná na elite do futebol nacional.

O próximo desafio será já no final de semana. No sábado, pela estreia no Paranaense, Cianorte e Athletico se enfrentam, às 17h15, no estádio Albino Turbay.

PRIMEIRO TEMPO


A partida começou boa para o Furacão. Na primeira chegada efetiva, Nikão abriu o marcador. Christian lançou bola longa para Kayzer dentro da área, e o camisa 79 escorou para o meio só para meia empurrar para o fundo o gol.

Apesar da vantagem, o duelo ficou equilibrado nos 45 minutos iniciais. O Sport teve duas boas chances com Dalberto e Ewerthon, enquanto o Athletico respondeu com Carlos Eduardo e Renato Kayzer.

SEGUNDO TEMPO
Se o Athletico começou o jogo assustando, na segunda etapa foi o Sport. Thiago Neves pegou o rebote do chute de Adryelson e completou para o gol no primeiro minuto. Após revisão do VAR, Jean Pierre invalidou o tento por impedimento. A resposta não demorou. Nikão saiu cara a cara com Luan Polli, aos 11, mas parou no arqueiro.

Léo Cittadini liquidou o jogo aos 40 minutos. Khellven teve calma para a ajeitar da esquerda para direita e cruzar para Cittadini encobrir Luan Polli. Sem jogar com grande intensidade, os comandados de António Oliveira, que substituí Paulo Autuori, contaminado com a covid-19, mereceram o resultado e encerram a campanha de forma bastante digna.

ATHLETICO 2×0 SPORT
Local:
 Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 25 de fevereiro, quinta-feira
Hora: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Daniel Luis Marques (SP)
VAR: Jose Claudio Rocha Filho (SP)
Cartão amarelo: Adryelson e Jair Ventura (Sport)
Cartão vermelho:
GOL: 
Nikão, aos 7 minutos do primeiro tempo; e Léo Cittadini, aos 40 do segundo tempo (Athletico)

ATHLETICO-PR: Santos; Jonathan (Khellven), Zé Ivaldo, Pedro Henrique e Abner; Christian (Aguilar), Léo Cittadini e Jadson (Erick); Nikão, Carlos Eduardo e Renato Kayzer (Bissoli)
Técnico: António Oliveira

SPORT: Luan Polli; Patric, Adryelson, Iago Maidana, Rafael Thyere (Ewerthon) e Júnior Tavares; Betinho, Marcão Silva (Gustavo Oliveira) e Thiago Neves; Dalberto (Mikael) e Marquinhos (Luciano Juba)
Técnico: Jair Ventura

Veja também