Athletico sofre maior parte dos gols nos últimos cinco minutos de jogo

Compartilhe

Estatística mostra que Furacão tomou sete gols em 2019 na reta final das partidas

A derrota para o Flamengo nos últimos minutos da partida, com dois gols sofridos a partir dos 40 do segundo tempo, não foi uma novidade para o time de Tiago Nunes, em 2019. Segundo estatística levantada pelo torcedor Caio César, o elenco principal sofreu sete dos 15 gols (em 14 partidas) nos últimos dez minutos de partida, entre Brasileirão e Libertadores.

 

Na goleada em cima do Vasco, na primeira rodada, o Athletico sofreu o gol de desconto aos 43′ da segunda etapa. Na segunda rodada, o gol de vitória do Fortaleza veio um pouco antes, aos 30′. Já em Chapecó, o rubro-negro foi castigado no final. Também aos 43′, o time deixou escapar a vitória e ficou apenas no empate em 1 a 1. O Corinthians também sacramentou sua vitória aos 41′ do segundo tempo, com gol de Pedrinho. Somam-se os gols de Éverton Ribeiro aos 43′ e de Bruno Henrique aos 51′, ontem, no Maracanã.

 

Na 11° posição, o clube já sofreu nove gols nos primeiros seis jogos. Dos nove, cinco foram nos últimos dez minutos. Na Libertadores, o Furacão também foi castigado no final em duas ocasiões. Em Cochabamba, contra o Jorge Wilstermann, a equipe sofreu o terceiro gol aos 42′ da etapa final. E em La Bombonera, o Athletico estava passando como líder da chave até os 49′. Carlitos Tevez fez o gol de virada.

Veja também