Athletico vence o Goiás e respira no Brasileiro

Compartilhe

Com segunda vitória seguida, Furacão sai da zona de rebaixamento

Sob o primeiro comando de Paulo Autuori no Brasileirão, o Furacão venceu o Goiás na tarde deste sábado (14), em Goiânia, sendo a segunda vitória consecutiva. O time começou o primeiro tempo com domínio total sob o mandante. Após um belo lance de Carlos Eduardo, Kayzer abriu o placar para o Furacão que garantiu a vitória. Com esse resultado, até o momento, o Furacão se encontra fora da zona de rebaixamento, dependendo de outros resultados ao fim da rodada, na segunda-feira.

 

O Athletico encontra o Atlético Mineiro, nesta quarta-feira (18), às 19h, no Mineirão, em Minas Gerais, pelo Brasileiro. Jogo é válido pela pela sexta rodada, atrasada do campeonato.

 

PRIMEIRO-TEMPO

 

O Athletico começou mais ofensivo na primeira etapa. Logo aos seis minutos, Carlos Eduardo cobrou uma falta rápida, com um toque de Abner, Cittadini chuta fraco e a bola fica com Tadeu. Aos onze minutos após uma tabela de Erick e Kayzer, Carlos Eduardo tentou finalizar, mas foi pra fora. No lance seguinte, Fernandão, bate fraco e bola vai pra fora. E aos 19 minutos, Carlos Eduardo quebra a defesa do Goiás, e cruza na área, Renato Kayzer de cabeça abre o placar para o Furacão. Aos 24 minutos, o Athletico tem a chance de ampliar o placar. Cadu recebe na área, chuta, mas o goleiro do Goiás defende com a perna. O jogo segue com uma ofensividade maior do Athletico. Aos 35 minutos, o Goiás até começa a crescer de produção, mas sem efetividade.

 

Já com o primeiro tempo se encaminhando para a etapa final, aos 37 minutos, Christian cobra o escanteio e a defesa do Goiás afasta. O Goiás até teve um suposto pênalti a favor, mas após análise do VAR, o jogo segue. Já nos acréscimos, Nikão faz lançamento para Carlos Eduardo que sai na frente do gol e chuta, mas a bola fica com Tadeu.

 

SEGUNDO-TEMPO

O segundo tempo começa com um Goiás mais ofensivo. Mas logo nos primeiros minutos o Athletico até teve chances, mas Nikão demorou pra finalizar. Aos cinco minutos o Goiás teve um gol anulado com Fernandão, que estava impedido. Já aos cinco minutos, novamente Cittadini, após receber de Nikão, chuta fraco. Mas aos quinze minutos, o Athletico ofensivo, Cittadini bateu, e Tadeu espalmou, Kayzer dominou e bateu, mas sem efetividade. Aos 21 minutos, Shaylon cobra escanteio e Sandro cabeceia no travessão.

 

Aos 33 minutos, David Duarte quase faz gol contra após um passe de Reinaldo para Nikão. No minuto seguinte, Christian cobrou escanteio e Thiago Heleno cabeceou próximo a trave. Já com o jogo encaminhado para o fim, o VAR foi acionado novamente, após uma cotovelada de Fernandão em Pedro Henrique.

 

Já nos acréscimos, o Goiás teve chance com David Gomes que bateu firme, mas a bola vai para fora. O jogo termina com o Goiás até tentando, mas sem efetividade.

 

FICHA TÉCNICA

Goiás 0 X 1 Athletico

Estádio: Serrinha – Goiás/ GO

Arbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)

Auxiliares: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)

Gol (s): Renato Kayzer

Cartões Amarelo:  David Duarte, Chico, Rafael Moura, Pintado, Fernandão (GO), Nikão (CAP)

 

Athletico: Santos; Erick, Pedro Henrique e Thiago Heleno, Abner; Wellington (Zé Ivaldo), Chrtistian (Richard) e Léo Cittadini (Canesin); Nikão, Renato Kayzer e Carlos Eduardo (Reinaldo).

Técnico: Paulo Autuori

 

Góias: Tadeu; Pintado, David Duarte, Chico e Caju; Ariel Cabral (Gustavo Blanco), Keko (Rafael Moura) e Gilberto (Sandro); Douglas Baggio, Fernandão e Vinícius (Shaylon).

Técnico: Enderson Moreira

Veja também