Com gol no final do jogo, reservas do Furacão vencem na Baixada

Compartilhe

Christian marcou aos 46 do segundo tempo e garantiu a segunda vitória em dois dias para o Athletico em casa

No sufoco! Somente nos acréscimos da partida, o Furacão conseguiu garantir uma vitória suada sobre o Rio Branco, de Paranaguá. Com os reservas da equipe principal, o Athletico só foi balançar a rede aos 46 minutos do segundo tempo com gol de Christian. Esta foi a segunda vitória em dois dias sob o comando de Dorival Junior. 

 

Seguindo o planejamento da temporada para dar rodagem a todo o elenco, o Athletico pediu a antecipação da partida contra o Rio Branco – originalmente marcada para domingo, 8 de março – para dar minutos aos reservas do elenco principal. Dorival Junior escalou o time com Léo, Jonathan, Zé Ivaldo, Lucas Halter e Abner; Lucho González, Christian, Fernando Canesin, Marquinhos Gabriel e Vitinho; Pedrinho. 

 

Utilizando o mesmo esquema da equipe principal, Dorival Junior armou o time no 4-1-4-1. Mas os reservas, assim como os titulares, não apresentaram muito repertório na primeira etapa. O primeiro lance de perigo foi do Rio Branco. O goleiro Léo trabalhou bem em cabeçada aos 13 minutos. Aos 19 minutos, o Furacão teve seu primeiro gol mal anulado. Pedrinho recebeu na área e bateu, mas o bandeira marcou impedimento. O atacante estava na mesma linha. O Athletico só voltou a assustar no final da primeira etapa quando Fernando Canesin fez jogada pela direita e tocou pra finalização de Pedrinho. O camisa 9 bateu mal na bola.

 

Sem alterações, o Furacão voltou com a mesma proposta para a segunda etapa. As alterações mudaram o ritmo do Athletico. Aos 12 minutos, Dorival Junior trocou Jonathan por Khellven e colocou Jajá no lugar de Fernando Canesin. O rubro-negro acordou na partida e passou a criar mais chances. Aos 13 minutos, Jajá colocou pra Pedrinho que bateu forte pra defesa de Dalton. Aos 14, Vitinho tentou em chute de fora da área e a bola passou raspando.

 

Aos 26 minutos, o Athletico tem mais a reclamar com o árbitro Rodolpho Toski Marques e sua equipe de arbitragem. Christian recebeu lançamento de Lucho na área e, na mesma linha, bateu pro gol. Mais um gol mal anulado pelo assistente. Depois de 490 dias, Lucho González voltou a jogar 90 minutos e não soube aproveitar o momento. Aos 45, o veterano recebeu livre e de frente pro gol, mas bateu para fora.

 

Somente aos 46′, o Furacão garantiu a vitória. Jogada rápida dos jovens Vinícius Mingotti e Jajá. O atacante bateu pro gol, Dalton deu rebote e Christian aproveitou a chance para garantir a vitória no apagar das luzes. Com o resultado, o Athletico já sabe que decidirá as quartas de final em casa. A ida será no dia 22 de março, fora de casa, e a volta será no dia 1° de abril, na Baixada. O adversário sairá apenas no dia 15 de março.

 

 

Veja também