Coritiba é condenado a pagar indenização para o Athletico

Compartilhe

Rival tinha entrado na Justiça para pleitear danos sobre transmissão de clássico nas redes sociais do CAP em 2018, mas perdeu a ação

A 17° Vara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná extinguiu um processo no qual o Coritiba pleiteava indenização de R$ 750 mil do Athletico pela transmissão não-autorizada do clássico em redes sociais entre as equipes na final do Campeonato Paranaense 2018, no dia 8 de abril daquele ano. Além disso, o juiz Adriano Vieira de Lima condenou o rival a pagar 10% do valor atribuído a causa para os advogados rubro-negros. 

 

Na ação, o juiz afirma que o Coritiba não poderia pedir indenização exclusiva neste caso, pois o contrato de exclusividade de transmissão das partidas do Estadual foi assinado com a Globo e não com o clube alviverde. A emissora avisou o Athletico formalmente após a partida e pediu a retirada dos conteúdos transmitidos no Facebook e no YouTube.

 

Sendo assim, o juiz Adriano Vieira de Lima extinguiu o processo e ordenou que o Coritiba pague o valor de 10% do que foi pedido para os advogados do Clube, com atualização dos valores e juros de 1% ao mês em caso de atraso.

 

Veja também