De virada, Athletico perde para o Grêmio

Compartilhe

Com a derrota, Furacão se mantém na zona de rebaixamento

O Furacão até tentou, mas foi derrotado pelo Grêmio na noite deste domingo (25), pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Athletico envolveu o Tricolor Gaucho com o toque de bola, mas sem força ofensiva.  Ainda no primeiro-tempo, Carlos Eduardo abriu o placar em um belo chute na meta de Paulo Victor. Com a entrada de Pepê no intervalo, o Grêmio cresceu no jogo e em um gol contra de Thiago Heleno e uma bobeira na defesa atleticana, conquistou a vitória.

 

Com esse resultado, o Furacão se mantém na zona de rebaixamento em 16º lugar, com 16 pontos, atrás apenas do Vasco com 18 pontos.

 

PRIMEIRO-TEMPO

O início do jogo, foi marcado por uma boa chance do Athletico, Nikão cobrou escanteio, Thiago Heleno desviou com perigo. Aos sete minutos, David Braz falha e Renato Kayzer aproveitou a chance, mas a bola passa por cima do gol de Paulo Victor.  Já aos 15 minutos, o Tricolor Gaúcho até teve uma chance, mas o auxiliar já assinalava impedimento. Aos 19, Nikão avançou em um contra-ataque, mas tocou errado para Lucho Gonzáléz.

 

O jogo seguiu morno, sem muitas chances para os dois times. O Furacão até envolveu o Grêmio com o toque de bola, mas não conseguia criar mais chances. Já com o primeiro-tempo se encaminhando para o fim, aos 36 minutos o Grêmio desperdiçou um contra-ataque com Luiz Fernando, que cruzou mal e foi afastado pela zaga atleticana. Aos 42 minutos Luiz Fernando tabelou com Orejuela que cruzou para Isaque que sem marcação chutou, mas a bola subiu, trazendo perigo para Santos. Já no lance seguinte Thiago Heleno cruzou e Carlos Eduardo domina nas costas de Orejuela, dribla o zagueiro gaúcho e chuta no ângulo do goleiro Paulo Victor, abrindo o placar para o Athletico, na Arena da Baixada.

 

SEGUNDO-TEMPO

O Furacão começou a segunda etapa, com a chance de aumentar o placar em um belo giro de Kayzer, que chutou forte e a bola explodiu na rede pelo lado de fora. O Grêmio voltou com algumas mudanças que surtiram efeito, com o time mais ofensivo aos dez minutos, Luiz Fernando cruzou no meio da área, Santos espalmou, a bola bate em Thiago Heleno e entra na meta atleticana, confirmando o empate do Tricolor Gaúcho. Já aos 17 minutos, Pepê saiu na frente saiu na frente do gol com um passe de Thaciano, mas Pedro Henrique corta.

 

O jogo seguiu com o toque de bola e sem muitas chances para os dois times. Aos 28 minutos, após a entrada de Ferreira, o atacante conseguiu seguir sozinho, chutou e a bola passou por cima da meta de Santos.  O Tricolor dominou o segundo tempo, e aos 41 minutos, em uma falta cobrada por Paulo Victor, Ferreira invade a área, a zaga atleticana parou e o atacante deu um toque na bola, desviando do goleiro Santos e aumentando o placar para o time Gaúcho.

 

O Athletico volta ao campo contra o Flamengo, quarta-feira (28), às 21h30, na Arena da Baixada, sendo o jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Já pelo Brasileirão, o Furacão enfrenta o Sport, sábado (31), às 16h, na Ilha do Retiro.

 

FICHA TÉCNICA

Athletico 1 X 2 Grêmio

Estádio: Arena da Baixada – Curitiba/ PR.

Arbitro: Flávio Rodrigues de Souza

Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse e Daniel Paulo Ziolli

Gol (s): Carlos Eduardo, Thiago Heleno (contra), Ferreira

Cartões Amarelo: Nikão, Christian, Abner (CAP), Everton (GRE)

 

Athletico: Santos; Erick, Thiago Heleno, Pedro Henrique (Lucas Halter) e Abner Vinícius; Wellington (Richard), Christian e Lucho (Jorginho); Carlos Eduardo (Fabinho), Renato Kayzer (Walter) e Nikão.

Técnico: Bernardo Franco

 

Grêmio: Paulo Victor; Orejuela, Rodrigues, David Braz e Cortez; Lucas Silva, Thaciano e Darlan; Everton (Pepê), Luiz Fernando (Ferreira) e Isaque (Ruan).

Técnico: Renato Gaúcho

Veja também