Em busca de um 2019 perfeito!

Compartilhe

Com calendário cheio, o torcedor espera um ano de conquistas

Um novo ano começou e já temos uma perspectiva positiva de 2019. Com o calendário cheio, o torcedor rubro-negro terá vários jogos para seguir o time em toda a parte, até mesmo do outro lado do mundo. O Estadual já se iniciou e, como de praxe, a equipe de aspirantes disputa a competição. E disso só se tira bons proveitos: novas revelações e uma pré-temporada maior para a equipe principal. Até porque o rural, como é chamado por muitos, não tem quase nenhum retorno financeiro por parte dos patrocinadores, TV e bilheteria.

 

A perspectiva para o time principal é das melhores, um ano com Taça Libertadores no calendário sempre é um ano atípico. Focado nesse torneio, o clube trouxe reforços de terras argentinas: o atacante Marco Ruben, que chegou do Rosário Central, e o meia Tomás Andrade, que chegou por empréstimo junto ao River Plate. Juntos, engrossam a legião gringa ao lado de Lucho González.

 

Além disso, teremos a Copa Suruga, no Japão; Copa do Brasil (entrando já na fase de oitavas); Campeonato Brasileiro e Recopa Continental. Claro que mais reforços são esperados, pelo número de competições que o time disputa, e a expectativa de novos títulos cercam o torcedor atleticano.

 

O que mais esperamos neste 2019? Além de títulos, um time à altura de todos os torneios. Esperamos um bom relacionamento do clube com sua torcida, que o torcedor possa ter mais voz ativa, afinal, sem torcedores, um clube perde sua finalidade e se torna um balcão de negócios. Esperamos o fim da torcida única no Joaquim Américo, pelo direito de torcer, pelo direito de poder acompanhar o Atlético (ou Athletico, como preferirem) em todos estádios do Brasil e do Mundo, pois sem as torcidas quem perde é o espetáculo. Até porque, mesmo sem os visitantes, vários incidentes continuam sendo registrados nas partidas.

 

Que possamos, juntos, celebrar as nossas conquistas, preservar nosso passado. Que nosso torcedor seja valorizado, que a paz e a harmonia volte a reinar na Baixada! Rubro-negro é quem tem raça!

Veja também