FIFA proíbe Athletico de contratar jogadores por duas janelas de transferências

Compartilhe

Decisão faz parte de contratação litigiosa de Rony em 2018 e cabe recurso

Em decisão na Câmara de Resoluções de Litígio da FIFA que foi emitida nesta terça (13), o Athletico Paranaense ficou proibido de contratar e registrar novos jogadores nas duas próximas janelas de transferências. A decisão foi dada no caso do jogador Rony, que foi contratado em 2018 sob situação de litígio, do Albirex Niigata, do Japão. A informação foi apurada pelos jornalistas André Hernan e Nadja Mauad, do globoesporte.com. 

 

Na decisão, a FIFA proíbe imediatamente o Athletico de contratar e registrar novos atletas.

 

“The Respondent 2, Clube Athletico Paranaense, shall be banned from registering any new
players, either nationally or internationally, for the two next entire and consecutive registration
periods following the notification of the present decision”

 

O período de duas janelas de transferência corresponde a cerca de um ano sem poder registrar novos atletas. Isso pode afetar a contratação do meia colombiano Jaime Alvarado, que ainda não veio pro Brasil pela restrição da entrada de estrangeiros que está vigente até o dia 30 de julho. Já as novas contratações como Aguilar, Walter, Edu e Geuvânio poderão jogar normalmente.

 

O Athletico também foi indicado a pagar solidariamente a multa imposta à Rony no valor de US$ 1,1 milhão. As decisões cabem recurso no CAS (Corte Arbitral Suprema) da FIFA e o Furacão tem 21 dias para protocolar o recurso.

 

 

 

 

Veja também