Furacão não joga bem e perde para Santos na Vila Belmiro

Compartilhe

Em noite com pouca inspiração, Peixe vence Athletico por 2 a 1

Em noite pouco inspirada do time do Athletico, o rubro-negro foi derrotado pelo Santos por 2 a 1 e o tabu de nunca ter ganho na Vila Belmiro na história dos pontos corridos manteve-se. O gol do Furacão foi marcado por Fernando Canesin e o gol da vitória santista foi um contra de Zé Ivaldo. O técnico António Oliveira assumiu a responsabilidade pela derrota ao final do jogo.

PRIMEIRO TEMPO

Escalado por António Oliveira sem Nikão e David Terans e com Santos, Zé Ivaldo, Pedro Henrique e Thiago Heleno; Marcinho, Richard, Christian e Abner; Fernando Canesin, Vitinho e Matheus Babi, o Athletico começou marcando o Santos em cima, com linhas altas. Aos nove minutos, Matheus Babi teve bela chance de cabecear pro gol, mas a bola passou por cima da trave.

O Santos fugiu da marcação atleticana e passou a avançar com a bola. Aos 14 minutos, Marcos Guilherme exigiu boa defesa do goleiro Santos. Aos 18, foi a vez de Pirani exigir uma defesa sensacional do goleiro olímpico. Aos 30′, Marinho chutou de longe e foi a vez de Santos falhar. Ele espalmou, a bola ficou viva na área e o lateral-direito Madson chegou antes da zaga. Ele tocou e Marcos Guilherme, livre, só balançou a rede.

Mas o Furacão não desistiu e surpreendeu o adversário no final da primeira etapa. Aos 45 minutos, Abner tocou pra Vitinho que cruzou rasteiro na área. Rápido no lance, Fernando Canesin se antecipou e chegou batendo pra empatar a partida!

SEGUNDO TEMPO

Sem alterações, o Athletico voltou pra segunda etapa. Mas logo aos quatro minutos, em um lance tolo, sofreu o gol. Em cruzamento na área, o zagueiro Zé Ivaldo foi afastar e acabou colocando a bola no fundo da rede. O atleta ficou muito abatido com o lance e foi abraçado por companheiros.

Aos 13′, António Oliveira decidiu colocar Nikão e David Terans em campo nos lugares de Zé Ivaldo e Canesin. Khellven também entrou no lugar de Marcinho. Mesmo com as mudanças, a equipe não mudou a atitude dentro de campo e foi facilmente marcada pelo Santos na intermediária. No final do jogo, o Athletico ainda sofreria um pênalti que foi corrigido pelo VAR. No último lance, Vitinho teve uma boa chance, mas chutou por cima do gol.

O próximo compromisso do Furacão será contra o Red Bull Bragantino, no próximo sábado, às 17h30, na Arena da Baixada.

Veja também