Furacão sofre dura derrota contra o Botafogo fora de casa

Compartilhe

Podendo chegar mais perto da liderança da competição, o Athletico desperdiça a oportunidade e estaciona na 5ª posição do Brasileiro.

Na noite deste sábado (23), o Athletico sucumbiu ao Botafogo no Nilton Santos e foi superado por um placar de 2 a 0 para os cariocas. Indo a campo com um time bem mesclado entre jogadores considerados titulares e substitutos, a equipe não desempenhou bem o seu papel e perdeu boa chance de encostar mais ainda nos líderes do Campeonato Brasileiro. 

Poupando grande parte dos titulares, visando a partida contra o Flamengo pela Copa do Brasil na próxima semana, o time não conseguiu se encontrar em campo. Errando muitos passes e não ameaçando verdadeiramente o adversário, o Athletico acabou desperdiçando a ocasião para garantir a sua quinta vitória fora de casa pelo brasileirão. 

PRIMEIRO TEMPO

A estreia de Fernandinho no time titular do Athletico até parecia animadora nos primeiros minutos. Jogando com Bento no gol, Orejuela e Abner das laterais, Thiago Heleno e Matheus Felipe como zagueiros, Hugo Moura, Fernandinho e Terans formando o meio de campo, e Cannobio, Pedrinho e Rômulo no ataque.. O time buscava jogo e tentava impor a sua velocidade na partida, porém com o tempo passando o Botafogo conseguiu se igualar na partida e se mostrar mais competitivo. Chegando mais ao gol do goleiro Bento, os cariocas mandaram uma bola na trave e não muito tempo depois abriram o placar em gol feito pelo atacante Erison, aos 18 minutos. 

O gol poderia até ter acordado o time atleticano, mas não o fez. Com muitas falhas individuais, errando passes e a zaga dando muito espaço para o ataque do Botafogo criar, só bastava contar o fim da primeira etapa para tentar voltar mais organizado no segundo tempo e mudar o jogo em busca do empate ou uma possível vitória. 

SEGUNDO TEMPO

Ainda no intervalo, o técnico Luiz Felipe Scolari mexeu no time e voltou para o prosseguimento da partida já com Kellven no lugar de Orejuela e Vitor Bueno entrando na posição do Cannobio. Mesmo mal no início do segundo tempo o clube esboçou uma pequena reação, porém ainda aos 9’ o atleta Jeffinho passa pela marcação atleticana e aumenta o placar. Se já estava difícil perdendo por 1 a 0, depois do segundo gol a coisa degringolou de vez. O time não conseguia se acertar.

Felipão mais uma vez se utilizou do banco de reservas para tentar diminuir o ímpeto botafoguense, colocou Erick, Vitinho e Nico, mas o gol estava muito distante e o Botafogo continuava superior na partida. O time carioca dominava a maioria das ações do jogo e controlava bem o resultado com dois gols de vantagem. No fim da partida, o Furacão ainda tentou ameaçar, mas não conseguiu fazer gol algum. Foi, sem dúvida, uma das piores atuações do Athletico pelo Brasileirão.  Tem dia que é noite, como diz o poeta. E, essa noite ficou para ser esquecida, pois nada pareceu ter funcionado. O Furacão volta a campo contra o Flamengo pela Copa do Brasil no meio da semana e enfrenta no próximo domingo o São Paulo pelo Campeonato Brasileiro. 

Veja também