Furacão termina com três artilheiros no Paranaense

Compartilhe

Com seis gols cada, Guilherme Bissoli, Nikão e Pedrinho dividiram a artilharia da competição com Lucas Tocantins, do Cascavel

Além da conquista do tricampeonato, o meia Nikão e os atacantes Pedrinho e Guilherme Bissoli tem mais um motivo para sorrirem nesta quinta (6). O trio acabou como goleadores máximos do Paranaense 2020, com seis gols cada. Junto a eles está o atacante Lucas Tocantins, do FC Cascavel.

 

Guilherme Bissoli precisou de apenas três partidas marcando para ser um dos artilheiros do certame. Em três ocasiões, o atacante marcou dois gols – contra Cascavel CR, Londrina e FC Cascavel. O camisa 17 ainda tem mais um gol na Copa Libertadores, na vitória contra o Peñarol, por 1 a 0, na Baixada.

 

Pedrinho foi um dos grandes destaques do Paranaense no primeiro turno, ainda com o técnico Eduardo Barros. O atacante jogou 9 partidas ao todo – incluindo 32 minutos na finalíssima disputada ontem (5), no Couto Pereira. A melhor partida do atacante foi contra o Toledo, quando fez três gols no adversário. 

 

Já Nikão foi o que menos jogou para chegar em seis gols. Foram sete partidas para o camisa 11 e ídolo rubro-negro chegar ao topo da artilharia. O encerramento não poderia ser melhor: o gol do título foi marcado após um chute de longe que encobriu o goleiro Alex Muralha, aos 47′ da segunda etapa. Dos seis gols, quatro foram marcados na volta do futebol pós-isolamento, assim como Bissoli. 

 

Veja também