Há 25 anos, torcida atleticana voltava em definitivo para a Baixada

Compartilhe

Em 22 de maio de 1994, Athletico retornou a jogar no Joaquim Américo Guimarães

Em 22 de maio de 1994, o Furacão retornou a jogar na Baixada em um amistoso contra o Flamengo. No estádio lotado para mais de 20 mil pessoas, o Athletico bateu o time carioca por 1 a 0. Desde então, o rubro-negro só saiu de sua casa para as duas reconstruções que aconteceram nos últimos 20 anos e transformaram o estádio de bairro em uma Arena de Copa do Mundo. Nunca mais pensou em sair do seu território. Mas foi por pouco…

 

 

Passando por grandes dificuldades financeiras, o Clube deixou a Baixada em 1986 ao assinar um contrato de longo prazo (100 anos) para atuar no Pinheirão. O terreno seria vendido para a construção de um shopping center. Porém no final de 1990, José Carlos Farinhaki que havia assumido como presidente, decidiu voltar para o Água Verde.

 

O Athletico seguiu atuando no Pinheirão, enquanto reconstruía com muito esforço a Baixada. Havia também uma ação na Justiça contra a FPF exigindo a rescisão do contrato de arrendamento por cem anos do Pinheirão, por conta de cláusulas que não estavam sendo cumpridas pelo então presidente Onaireves Moura.

 

O Clube finalmente reinagurou o Joaquim Américo Guimarães no dia 22 de maio de 1994, em um amistoso contra o Flamengo. Ricardo Blumenau foi o autor do gol que decretou a festa da torcida atleticana no retorno ao lar.

 

Veja também