Monumental: a casa dos brasileiros

Compartilhe

Desde que está no comando do River, Marcelo Gallardo só venceu uma vez times do Brasil em Buenos Aires

Se uma mínima vantagem já foi conquistada depois dos primeiros 90 minutos na Arena da Baixada, outra estatística pode ajudar o Furacão na partida de volta dessa quinta (30) pela Conmebol Recopa. Em seis confrontos disputados no Monumental de Nuñéz contra times brasileiros, o River venceu apenas um. A estatística tem início desde que o técnico Marcelo Gallardo assumiu o comando do time, em 2014.

 

A única vitória veio em 2015, na Sulamericana. O River bateu a Chapecoense por 3 a 1, com dois gols de Carlos Sanchez, hoje no Santos. Nas quartas de final da Libertadores daquele ano, o Cruzeiro venceu o River por 1 a 0. Em 2016, na fase de grupos da Libertadores, o São Paulo ficou no empate em 1 a 1 com os millonarios.

 

Em 2018, o River teve duas oportunidades contra brasileiros na Libertadores e não venceu em Buenos Aires. Empatou com o Flamengo por 0 a 0 e perdeu para o Grêmio, na semifinal, por 1 a 0. Neste ano, o adversário na fase de grupos foi o Internacional e novo empate em 2 a 2. Nas três oportunidades em que enfrentaram brasileiros no mata-mata, os argentinos levaram a melhor – mesmo quando perderam na Argentina, como no caso de Cruzeiro e Grêmio.

 

O River Plate vai para sua oitava disputa de título continental decidido no Monumental e até agora leva 100% de aproveitamento. A única vez em que precisou reverter o resultado feito fora de casa na primeira partida foi na decisão da Libertadores 1996. Após perder por 1 a 0 para o América de Cali, na Colômbia, o River conseguiu a virada por 2 a 0, com dois gols de Hernan Crespo, atacante que jogou por anos na Europa e na seleção Argentina.

 

As outras decisões disputadas e vencidas no Monumental pelo clube argentino foram a Libertadores 1986, a Copa Interamericana 1987, a Supercopa 1997, a Sulamericana 2014, a Libertadores 2015 e a Recopa 2016.

Veja também