Raio-X da Libertadores: Peñarol

Compartilhe

Pentacampeão da Libertadores será o primeiro adversário do Furacão na fase de grupos

A partir de hoje, o Portal Trétis trará para a torcida atleticana, matérias especiais para conhecermos os nossos adversários na edição deste ano da Taça Libertadores da América. Hoje é a vez de detalharmos o Peñarol. Uma das equipes mais tradicionais do continente, com uma história riquíssima, porém que não vem tendo bons resultados atualmente.

 

HISTÓRIA

O Club Atlético Peñarol foi fundado no dia 28 de setembro de 1891, na cidade de Montevideu, capital do Uruguai. O clube tem esse nome, pois vem do bairro onde está localizado, na periferia de Montevideu: Peñarol.

 

O Peñarol é o maior campeão do Campeonato Uruguaio somando 54 títulos nacionais. O Peñarol é vitorioso também em competições continentais. A equipe aurinegra tem em seu currículo cinco Taças Libertadores, ficando atrás somente dos argentinos Independiente e Boca Jrs. Os títulos da Libertadores do Peñarol vieram em: 1960, 1961, 1966, 1982 e 1987. A equipe uruguia tem também três taças do Mundial Interclubes: 1961, 1966 e 1982.

 

Em 1961, o Peñarol venceu o Benfica. No jogo da ida no estádio da Luz, em Lisboa perdeu pelo placar de 1×0. No jogo da volta no estádio Centenário em Montevideu, o Peñarol aplicou uma sonora goleada: 5×0. E como teve uma vitória para cada lado, houve também um jogo de desempate no estádio Centenário novamente, e outra vitória uruguaia, agora pelo placar de 2×1.

 

Em 1966, o Peñarol derrotou o todo poderoso Real Madrid. No jogo de ida, no estádio Centenário, vitória uruguaia por 2×0. No jogo da volta, no estádio Santiago Bernábeu, em Madri, outra vitória do Peñarol, outro 2×0.

 

Em 1982, em jogo único, no estádio Nacional, em Tóquio, no Japão, o Peñarol derrotou os ingleses do Aston Villa pelo placar de 2×0. Uma curiosidade é que nesse jogo um brasileiro chamado Jair marcou um dos gols da equipe uruguaia, cobrando pênalti.

 

ESTÁDIO

Foto: Conmebol

O estádio do Peñarol é o lindo Campeón del Siglo, traduzindo para o português significa ‘campeão do século’. O estádio foi inaugurado oficialmente no dia 28 de março de 2016, em uma partida amistosa contra o River Plate, em que o Peñarol venceu por 4×1. O primeiro gol do estádio foi marcado pelo ex-atacante e ídolo Diego Forlán. Inclusive, Forlán é o atual técnico da equipe aurinegra. A primeira partida oficial do estádio aconteceu no dia 09 de abril do mesmo ano, e o Peñarol venceu o Danúbio pelo placar de 2×1. O estádio está localizado cerca de 45 minutos a leste do centro da cidade de Montevideu. Tem capacidade para 40.000 torcedores.

 

RETROSPECTO ENTRE ATHLETICO X PEÑAROL

 

Athletico e Peñarol já se enfrentaram quatro vezes na história. O Furacão venceu duas vezes, o Peñarol tem uma vitória, e além disso tem um empate no confronto. As duas vitórias do rubro negro aconteceram na campanha vitoriosa da Copa Sul Americana de 2018. No jogo de ida, na Arena da Baixada, o Athletico venceu pelo placar de 2×0, gols de Marcelo Cirino e Pablo Felipe, além disso o meia Raphael Veiga desperdiçou uma cobrança de pênalti. No jogo da volta, no estádio Campeón del Siglo, em Montevideu, massacre atleticano: 4×1.

 

Os gols do Furacão foram marcados por: Léo Pereira, Marcinho, Nikão e Bruno Guimarães. Enquanto Christian ‘Cebolla’ Rodríguez marcou para o Peñarol. Além disso, em 1973 pela Copa Atlântico Sul, o Peñarol venceu o Furacão pelo placar de 2×1 e em 2017, em um amistoso de preparação para a Libertadores daquele ano, rubro negros e aurinegros se enfrentaram na Arena da Baixada e empataram pelo placar de 0x0, em um amistoso que ficou marcado pelas brigas e entradas violentas que aconteceram nesta partida.

 

PEÑAROL 2020

O Peñarol é uma equipe com uma boa mobilidade e mescla seu elenco com jogadores jovens e experientes. Um jogador que é considerado uma grande promessa é Facundo Pellistri. Ele joga nas pontas e também pode aparecer pelo meio. Camisa 10, rápido, pensador e tem uma boa finalização. Os jornalistas comparam ele com Brian Rodríguez, atualmente no Los Angeles FC, dos EUA.

 

O último jogo contra o Defensor, os uruguaios saíram reclamando de duas penalidades não marcadas. É uma equipe que depende muito dos pontas que com velocidade pode dar trabalho para o sistema defensivo do Furacão.

 

Assim como o Furacão, o Peñarol está começando um trabalho com um novo treinador, e está se adaptando ao jeito que Diego Forlán, ex-jogador da Seleção Uruguaia e de diversos times europeus, gosta de trabalhar. Na atual temporada, a equipe uruguaia já entrou em campo cinco vezes, em duas partidas oficiais e três amistosos. Nas partidas oficiais, contam com uma vitória e uma derrota. Venceram o Cerro/URU pelo placar de 2×1 em casa, e perderam para o Danúbio fora de casa por 2×1. Nos jogos amistosos, enfrentaram o Sport Boys e empataram em 0x0, perderam para o Los Angeles FC por 2×0 e empataram com o Belgrano/ARG por 0x0.

 

Athletico e Peñarol se enfrentam nos dias 03/03 na Arena da Baixada às 21h30 (horário de Brasília) e no dia 05/05 no estádio Campeón del Siglo, em Montevideu às 21h30 (horário de Brasília).

 

Veja também