Reencontro da torcida atleticana com Fernando Diniz não acontecerá

Compartilhe

O ex-técnico do Furacão foi expulso no último domingo (26) e não poderá comandar sua equipe na próxima rodada contra o Athletico

Fernando Diniz, que atualmente é o técnico do Fluminense, foi expulso após o apito final da partida entre Bahia e Fluminense, válida pela 6° rodada do Brasileirão 2019. Após a derrota da sua equipe por 3 a 2 para o time da casa, Diniz invadiu o campo e foi reclamar com o árbitro Igor Junio sobre uma suposta falta em cima do jogador do Fluminense. O árbitro não aceitou a reclamação e levantou o cartão vermelho para o técnico. Como punição, Fernando Diniz não poderá comandar em campo a equipe do Fluminense na 7º rodada, que será justamente contra o Athletico, na Arena da Baixada.

 

 

Fernando Diniz chegou em Janeiro de 2018 no Athletico como plano B, após as negociações com Seedorf não avançarem. Diniz teve um começo animador no Furacão, vitórias sobre o Atlético Tubarão e São Paulo na Copa do Brasil juntamente com o placar elástico contra o Newell’s Old Boys, na Copa Sul-Americana, criaram grandes expectativas não só por parte da torcida atleticana mas também em toda imprensa nacional. Porém, Diniz não manteve essa estabilidade e a sequência de empates e principalmente derrotas na Arena da Baixada colocaram o então técnico e seu esquema tático contra a parede.

 

Com grande rejeição da torcida e pressão dos conselheiros, o presidente Petraglia reuniu-se algumas vezes com Fernando Diniz sobre o seu futuro no clube e no dia 25 de Junho de 2018 foi anunciada a sua saída do Athletico. Diniz deixou uma imagem ruim no clube, como um dos piores técnicos dos últimos 10 anos, foram 21 jogos sendo 5 vitórias, 7 empates e 9 derrotas.

 

Veja também