TRÉTIS SCOUT: ANÁLISE DE ATHLETICO 2X0 Peñarol

Compartilhe

Confira a análise individual dos jogadores do Furacão

Os critérios levam em conta: Nota SofaScore, influência no jogo, erros individuais, jogo com e sem a bola e desempenho defensivo e ofensivo. O atleta precisa estar em campo 15 minutos (mínimo para avaliação).

Santos: 8.0
O goleiro atleticano começou a partida um pouco inseguro, com uma falha que quase resultou em um gol do Peñarol, porém, Santos se redimiu e pegou um pênalti ainda na primeira etapa.

Marcinho: 4.7
Marcinho fez uma partida terrível, principalmente na primeira etapa, onde o lateral atleticano foi uma completa avenida. No segundo tempo melhorou, mas continuou sendo insuficiente.

Pedro Henrique: 8.0
O zagueiro fez a sua melhor partida em muito tempo, com grandes desarmes e desempenho invejável no mano a mano

Thiago Heleno: 8.2
O general fez mais uma bela partida, sendo soberano nos duelos aéreos e salvando o Athletico em muitas oportunidades da equipe uruguaia.

Zé Ivaldo: 7.5
Zé foi o mais inseguro dos zagueiros, mas ainda sim fez uma partida muito boa, com grande desempenho no mano a mano.

Abner: 7.0
O lateral fez uma partida bastante inconstante, porém, quando o Furacão precisou, ele estava lá, participando do segundo gol com um grande lançamento.

Richard: 7.7
Que partida imensa fez o volante Richard, desarmando, dando movimentação e sustentação, um dos melhores do rubro-negro no jogo.

Erick: 6.2
Erick vinha fazendo uma boa partida, até cometer um pênalti, bastante duvidoso, desde então, ficou bastante perdido em campo.

Nikão: 9.5
Na noite de ontem, Nikão talvez tenha colocado o seu nome como o maior ídolo da história do Athletico, fazendo gol e dando assistência, participando, comandando o ataque e sendo a maior voz ativa dentro de campo. Sem dúvida o mais responsável por essa classificação.

Terans: 7.5
O uruguaio novamente fez uma boa partida, participando, dando movimentação ao ataque e dando a assistência para o primeiro gol do Athletico.

Bissoli: 7.0
Bissoli fez um jogo interessante, com boas finalizações a meta do adversário e sendo muito solidário durante todo o embate.

Renato Kayzer: 6.5
Entrou bem na partida, fazendo a mesma função de Guilherme Bissoli.

Cittadini: 7.0
A partir do momento que entrou, Léo Cittadini foi um monstro, desarmes, roubadas de bola e boas puxadas de contra-ataques

Pedro Rocha: 8.5
Pedro Rocha entrou e fez o gol que sacramentou a classificação atleticana, grande partida do atacante.

Veja também