TRÉTIS SCOUT: ANÁLISE DE INTERNACIONAL 2X1 ATHLETICO

Compartilhe

Confira a análise individual dos jogadores do Furacão

Os critérios levam em conta: Nota SofaScore, influência no jogo, erros individuais, jogo com e sem a bola e desempenho defensivo e ofensivo. O atleta precisa estar em campo 15 minutos (mínimo para avaliação).

Santos: 6.0
O goleiro atleticano fez uma boa partida, com boas intervenções e com uma assistência na conta. Não teve culpa nos gols.

Pedro Henrique: 6.5
PH fez um bom jogo, conseguiu fazer a cobertura do Marcinho e se destacou no jogo aéreo.

Thiago Heleno: 5.5
O general fez uma partida de altos e baixos, foi muito bem na bola aérea durante o jogo, porém, deu espaço para o Inter chegar pelo meio.

Nicolas Hernández: 6.2
Nico Hernández fez uma boa partida, se saindo bem no duelo com Matheus Cadorini, porém, não teve a cobertura necessária do Pedrinho para cobrir Edenilson e Palácios, sofrendo bastante na marcação desses dois atletas.

Marcinho: 7.5
O lateral fez uma boa partida, gerando três chances para finalização dos seus companheiros. Deixou um pouco a desejar na parte defensiva.

Léo Cittadini: 6.5
Citta fez um jogo interessante, sendo influente na transição ofensiva e ajudando na defesa.

Christian: 5.5
O jovem volante conseguiu ir bem nas subidas ofensivas do Athletico, porém, na defesa ainda deixa a desejar.

Pedrinho: 6.0
Pedrinho fez um jogo de extremos, na defesa foi muito mal e no ataque conseguiu ter boas subidas, inclusive sofrendo um pênalti, porém, ele estava em posição irregular.

Nikão: 6.0
Nikão fez uma partida burocrática, não conseguiu criar chances perigosas e acabou sendo muito bem marcado por Moisés.

Terans: 9.2
O uruguaio fez uma partida gigantesca, criando chances, se movimentando e fazendo um gol antológico no Beira-Rio.

Renato Kayzer: 5.5
Kayzer não teve uma boa participação, na única chance de perigo, teve uma finalização bisonha.

Pedro Rocha e Carlos Eduardo: 6.5
Ambos entraram bem e conseguiram movimentar o ataque do Furacão, criando chances perigosas.

Zé Ivaldo, Bissoli e Jáder: 6.0
Entraram no segundo tempo e não tiveram participação direta na partida.

Veja também