TRÉTIS SCOUT: ANÁLISE DE THE STRONGEST 5X0 ATHLETICO

Compartilhe

Confira a análise individual dos jogadores do Furacão

Os critérios levam em conta: Nota SofaScore, influência no jogo, erros individuais, jogo com e sem a bola e desempenho defensivo e ofensivo. O atleta precisa estar em campo 15 minutos (mínimo para avaliação). (O jogo sem sofrer gol conta como 1.0 ponto na nossa análise.)

Bento: 3.5
O goleiro atleticano não falhou em nenhum dos gols do The Strongest, porém, todas as bolas mais perigosas entraram.

Lucas Halter: 3.0
Halter começou o jogo assustando, metendo uma bola de cabeça no travessão, depois disso, errou tudo que tentou, falhando nos dois primeiros gols da equipe boliviana.

Matheus Felipe: 2.5
O jovem zagueiro que vinha fazendo bons jogos ao lado de PH, fez uma partida desastrosa, falhando em três dos cincos gols do adversário.

Nico Hernández: 3.5
O zagueiro colombiano também fez uma partida ruim, mas não falhou em nenhum dos gols, pois nenhum foi do seu lado.

Erick: 2.5
Erick fez uma baita partida como ala, se saindo muito bem na marcação do principal jogador de ataque do The Strongest, mas quando foi para a lateral, foi desastroso, inclusive marcando o quinto gol da equipe boliviana.

Hugo Moura e Bryan Garcia: 5.0
Ambos os volantes foram pouco exigidos, pelo jogo do The Strongest ser muito aberto pelos lados, mas quando foram exigidos, não conseguiram se destacar.

Abner Vinícius: 4.5
Assim como Erick, Abner foi muito bem de ala, mas sofreu demais quando voltou para a sua posição de origem, tendo que aparecer para marcar na área e falhando em gols do The Strongest.

Canobbio: 6.5
O uruguaio foi um dos poucos que se salvou, correu o jogo inteiro, criou diversas jogadas no primeiro tempo e taticamente contribuiu muito antes da equipe se desorganizar.

Vitinho: 7.0
Vitinho apareceu bem no jogo de hoje, se movimentou bem, arriscou e foi o melhor do Athletico na partida.

Marcelo Cirino: 5.0
Cirino mais uma vez fez uma partida ruim, pouco acionado, mas quando foi errou muitas tomadas de decisão e demonstrou muita dificuldade técnica.

Vitor Bueno e Matheus Fernandes: 4.5
Ambos entraram mal e comprometeram o desempenho do time.

Terans: 5.0
Também prejudicado pela desorganização do time, Terans entrou mal e não conseguiu criar nenhuma chance clara de gol para o Athletico.

Pedro Rocha e Cuello: 6.0
Ambos não tiveram participação efetiva e não tiveram mudanças em suas notas.

Fábio Carille: 0.0

Veja também