Após saída, Alexandre Leitão agradece ao torcedor do Athletico

Compartilhe

Dirigente se despediu dos funcionários e foi desligado oficialmente nesta segunda-feira. Leitão agradece ao clube e ao torcedor: "uma honra"

O Athletico anunciou a saída de Alexandre Leitão nesta segunda-feira (08). Dirigente, que ficou 6 meses no clube, se posicionou e agradeceu a torcida “foi uma honra servir como CEO esses 6 meses”.

A ausência de Alexandre na delegação que viajou até Goiânia para a vitória do Athletico por 2 a 1, contra o Atlético-GO, foi o estopim para o dirigente deixar o rubro-negro, atitude não foi bem vista por Petraglia.

Petraglia considerava importante a presença de Leitão na delegação pela fase ruim que o clube enfrenta com apenas três vitórias nas últimas dez partidas. Outro fato complicador foi o de Petraglia não ter sido informado pelo executivo da decisão de não viajar com a delegação, segundo apuração do Ge.

Leitão foi escolha do próprio Petraglia. CEO foi contratado em janeiro deste ano para agregar nas negociações da venda da SAF (Sociedade Anônima do Futebol) do Athletico. Leitão também era responsável pela operação e administração do clube.

A relação entre Petraglia e Alexandre Leitão já não era boa há alguns meses, com divergência de ideias e optou-se pela saída de Leitão, que se despediu dos funcionários na segunda-feira no CT do Caju e dos torcedores pelo X:

Relembre passagem de Leitão pelo Athletico

Apesar da curta passagem de seis meses pelo rubro-negro, Alexandre leitão deixa a melhor média de publico da história do Athletico em campeonatos brasileiros, com 26.666 torcedores por jogo. Número é o quarto melhor entre os clubes da série A.

Leitão foi responsável por implementação de nova politica de ingressos e pela campanha Sangue Forte, que garante a sócios do Athletico uma camiseta oficial após presença em 25 partidas. Executivo ainda criou as Furacoins, que poderiam ser convertidas em produtos da loja oficial do clube, para os torcedores que não podem ir aos jogos.

Outro fato marcante foi a tentativa de pintar a parte interna da Arena da Baixada de vermelho. Ação foi até divulgada pelo clube, que depois corrigiu ato, com nota oficial que informava a descontinuidade do projeto.

Junto de Leitão, o Athletico também se despediu do diretor de comunicação Diogo Kotscho, indicação de Leitão. Saída foi confirmada nesta terça-feira (9).

Veja também